Às 6h30 desta quarta-feira, 218 pacientes com suspeita ou confirmação do novo coronavírus no Distrito Federal estavam na lista de espera por UTIs públicas

A taxa de ocupação de unidades de terapia intensiva (UTIs) voltadas para pacientes adultos com Covid-19 na rede pública do Distrito Federal está em 98,3% no início desta quarta-feira (17/3). O dado é do sistema InfoSaúde, do GDF, e foi atualizado às 6h10. A taxa de ocupação de leitos em geral está em 96%.


Atualmente, há 363 leitos para pacientes com o novo coronavírus ocupados e 15 vagos na rede pública. Porém, entre as unidades disponíveis, quatro são neonatais, cinco pediátricas e seis adultas. Outros 31 leitos estão bloqueados ou aguardando liberação.


Neste momento, apenas quatro hospitais têm vagas para UTIs públicas adultas voltadas à Covid-19 no DF: são dois leitos no Hospital Regional de Sobradinho, um no Hospital Regional de Ceilândia (HRC), um no Hospital de Santa Maria e dois no Hospital da Polícia Militar.


Até as 6h30, a lista de espera por UTIs na rede pública de saúde tinha 218 pacientes com suspeita ou confirmação de infecção pelo novo coronavírus. A demanda por terapia intensiva é a pior desde o início da crise de saúde pública no Distrito Federal, com a pandemia. A lista de espera de UTIs, no geral, é de 313 pessoas.


Fonte: Metropoles